“Crossfit” não é só “Crossfit”
Lendo alguns textos e conversando com algumas pessoas, tive a oportunidade de parar por alguns minutos e refletir sobre um assunto muito relevante e que diz respeito a profissão que escolhi.
Desde que comecei a utilizar o “Crossfit” como programa de condicionamento físico, pude ficar mais próximo dos alunos e sob esse “disfarce”, comecei a ouvir questões sobre qual a necessidade de se ter um professor formado ministrando a aula e até mesmo a idéia de que qualquer pessoa poderia “puxar” esse tipo de treino em um parque.
Mas será que realmente é tão simples assim montar um treino? Afinal de contas, “Crossfit” é só “Crossfit”, não é mesmo?
Não! Elaborar o treino da semana não é tão simples assim. Questões fisiológicas, morfológicas e até mesmo psicológicas são de extrema relevância na elaboração dos treinos. 
Observamos o individuo e todas as suas particularidades (mesmo trabalhando com aulas em grupo) e para isso utilizamos toda a base de conhecimento cientifico adquirido nos anos de faculdade, inúmeros cursos, palestras e uma infinidade de livros e artigos lidos.
Ao final desta reflexão, posso afirmar que nem mesmo um “atleta amador” , um estagiário de educação física ou tão somente “Coach Level 1”, teriam uma base de conhecimentos necessários para desempenhar papel tão importante na vida das pessoas.
Buscamos impactar com EXCELÊNCIA e ser fator de mudança na vida das pessoas, mas existe uma linha tênue entre impactá-las positiva ou negativamente, tudo dependerá se um profissional vai acompanhá-lo em seus treinos.
Coach Calebe

WOD

Crossfit 198 Games

BY 11 setembro 2016

Galera! Já estão abertas as inscrições do Crossfit 198 Games. Sua inscrição traz uma camiseta igual essa e um Gym Sac.O evento acontecerá no dia 30/10/16 (domingo) das 9 às 17 horas, serão 4 categorias (RX e Scale Masculino/Feminino).

Procure nosso atendimento e garanta sua inscrição! (Vagas LIMITADAS)

WOD

Treino da Semana 

BY 11 setembro 2016

Semana 12/09/2016 – 17/09/2016
Segunda-feira, 12 de setembro de 2016.
2 Rounds:
5′ EMOM 

30 Double Unders/min

60 Single Unders/min
5′ AMRAP 

5 Chest To Bar Pull Ups

10 Jump Lunges 
Terça-feira, 13 de setembro de 2016.
5 Rounds

9 Deadlift 225/155lbs

3 Rope Climb
Then,
5 Rounds

12 Sumô Deadlift High Pull 75/55lbs

6 Handstand Push Up
Extra:

3X5 Jefferson Curl 
Quarta-feira, 14 de setembro de 2016.
5 Rounds

9 Shoulder To Overhead 95/65lbs

6 Burpees 

12 Box Jump 24/20

15 V Sit
9 Shoulder To Overhead:

3 Press

3 Push Press

3 Push Jerk 
Quinta-feira, 15 de setembro de 2016.
5 Rounds

500mts Row 

9 Clean Complex 135/95lbs

9 Ring Dips
Clean Complex 

2 Clean Pull

3 Clean High Pull

4 Power Clean
Extra:

Muscle Up Drill (só entrada!)

5X9
Sexta-feira, 16 de setembro de 2016.
Técnica 

5 Rounds

3 Hang Snatch Pull

3 Hang Snatch High Pull

3 Hang Power Snatch 

3 Overhead Squat 
WOD 

5 Rounds

5 Front Squat 155/105lbs

5 Back Squat 155/105lbs

10 Pistol 

20 Mountain Climber 
Sábado, 17 de setembro de 2016.
800mts Run

15 Thruster 115/75lbs

45 Russian Kettlebell Swing 32/24kg

90 Sit Up

45 Russian Kettlebell Swing 

15 Thruster 

800mts Run

CrossFit

Excelência 

BY 9 setembro 2016

Buscar Excelência …. Sempre!!!!
“Excelência”. 
Essa palavra é o verdadeiro motivo para tamanha inquietude de pensamentos, agitação no comportamento e motivação na condução do trabalho. Comecei a usar a palavra “excelência” em uma de nossas reuniões de treinadores, na verdade a palavra surgiu logo depois de um questionamento: “De zero a dez, qual a nota que vocês dão para o nosso Box?” Surgiram notas medianas, e até algumas acima da média, e no momento que eu classifiquei acabei gerando espanto por colocar um valor tão baixo em um trabalho que parece estar indo bem. Mas porque uma nota 4 de zero a dez??? Essa foi a pergunta, “não seria um exagero ?” Não! Esse trabalho tem que ser EXCELENTE em inúmeros aspectos, e chegar no “status” de excelência exige muita vontade de querer mudar, o tempo todo!
Desde então surgiram algumas reflexões a respeito do nosso programa de condicionamento físico (Crossfit), questões sobre prevenir lesões criando protocolos e exercícios de base para reduzir esse tipo de intercorrência, discutir e desenvolver tarefas que preencham a necessidade de abordar as 10 capacidades físicas que compõe o “fitness” (aptidão física), e refletir sobre o próprio comportamento na criação e desenvolvimento de uma “cultura de atitudes” que acreditamos ser relevante em nossa comunidade. Esse último aspecto traz pra nós o exercício de vigiar e mudar nosso próprio comportamento enquanto treinador para o fortalecimento o “capital humano” do box: A Comunidade!
Sendo assim, pensamos, discutimos, agimos, refletimos sobre o que foi feito e passamos a agir novamente com o “fogo” interno de quem deseja e busca “EXCELÊNCIA”.
Coach Teco Martins.